Quinta-feira, 15 de Março de 2007

Rio Guadiana e as suas margens à noite.

 

Rio Guadiana no sossego da noite na outra margem, Ayamonte.

 

 

E agora do lado de Ayamonte, olhando para a noite de Vila Real de Santo António.

O rio Guadiana adormece nos braços de duas Cidades, dois Países, tão próximos fisicamente e tão longe no tempo.

publicado por estremoznet às 00:24
link do post | comentar | favorito

links